27 de janeiro de 2011

Pudim de Peixe à Escocesa

Eu sou o oito ou o oitenta! Ora digo que tenho saudades do fogão, ora digo que estou farta dele...
Hoje estou farta dele! lol

Descongelei acidentalmente a minha arca vertical! O que me valeu é que não estava muito cheia! Mas tive que cozinhar tudo o que por lá havia.

Para o lixo foi apenas uma caixa de gelado de baunilha.
O bacalhau foi a suar com umas cebolas e está pronto para juntar umas batatas e molho de natas e ir ao forno.
Tenho uma perna de peru a marinar no frigorífico - vai ser o jantar amanhã (testei uma receita nova e que me pareceu muito bem, depois dou noticias).
A carne de vaca foi cozinhada na panela de pressão, hade servir para desfiar e fazer um recheio qualquer (não consegui pensar em tudo...) e proporcionou um caldo que também vai ser aproveitado.
A carne picada - vaca e porco - foi cozinhada conforme mostrei aqui.
Os legumes viraram tarte de legumes.
Os lombinhos de tamboril e 2 pequenos filetes de pescada apresentaram-se neste Pudim de Peixe à Escocesa e foi o jantar de ontem.
Falta-me apenas tratar de 4 peitos de pato e 1 frango em pedaços, que vai também ficar a marinar para ser cozinhado amanhã e depois congelado.

Foi uma medida drástica mas não podia deixar estragar esta comida toda. Vai ficar tudo em tupperwares no congelador, quase, quase pronto a comer.

Portanto, nos próximos dias tenho muita paparoca feita.

Neste momento tenho um bolinho à espera do recheio e da cobertura e não faço mais nada! Hoje é dia de festa - o maninho faz 15 anos, de maneira que vou sair daqui a nada para a casa da mamã para celebrarmos mais um ano de rebeldia daquele rapaz... lol

Deixo a receita original, mas fiz várias alterações.
Não usei salsa porque não tinha, nem tabasco por causa da Beatriz. O peixe que usei, como já disse, foram uns lombinhos de tamboril e 2 pequenos filetes de pescada.
É uma receita excelente para aproveitar sobras, uma vez que leva também batatas cozidas!



400 gr filetes de peixe
sal
pimenta
sumo de limão
1 cebola pequena
40 gr margarina
500 gr batatas cozidas
2 c. sopa salsa picada
1 pitada mistura de ervas aromáticas
(usei ervas da provença)
tabasco
3 ovos



Tempera-se os filetes com sal, pimenta e sumo de limão.
Leva-se a cebola ao lume com a margarina. Quando começar a alourar junta-se os filetes. Deixa-se suar com o tacho tapado, durante 10 minutos. Desfazem-se os filetes em pedaços. Junta-se as batatas, já muito bem esmagadas com um garfo. Adiciona-se a salsa picada e tempera-se com a mistura de ervas aromáticas e umas gotas de tabasco.
Adiciona-se as gemas, mexendo enérgicamente até as encorporar bem. Bate-se as claras em castelo e envolvem-se cuidadosamente.
Deita-se o preparado numa tarteira, préviamente untada com margarina e vai a cozer em forno moderado (180ºc) cerca de 30 minutos.
Servir com legumes cozidos ou salada.

Fonte: Saberes e Sabores, Fevereiro 2003.

10 comentários:

  1. Imagino o stress, eu ia ficar fula da vida! Cozinhar sob pressão não dá prazer nenhum mas, pelos vistos, safaste-te muito bem :)

    ResponderEliminar
  2. Que chatice, a arca.
    A tarte de Peixe, com uma saladinha, não vai nada mal.

    Beijinho
    Maria

    ResponderEliminar
  3. Esse tipo de acidente dá-me cabo dos nervos.
    Mas se depois tivesse um pudim assim delicioso para o jantar, ajudava a acalmar. :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Perante o imprevisto da arca penso que, houve um grande "know how" para lidar com a situação e isso é o lado positivo, do negativo que representa esta situação. Este pudim de peixe bem apetitoso é uma prova disso.

    http://asvezescozinheira.blogspot.com

    ResponderEliminar
  5. esse pudim parece delicioso!!!
    um beijinho grande

    ResponderEliminar
  6. Uma belíssima maneira de não deixar estragar o peixito! O aspecto é simplesmente delicioso! Beijinhos.

    ResponderEliminar
  7. também já me aconteceu desligar acidentalmente minha arca... mas como a minha é das horizontais só o que tinhas nos cestos (costumam ter dois cestos) é que se descongelou tipo, rissóis, claras de ovos, gelados etc... tudo o resto permaneceu congelado (ainda bem!!! tinha a arca cheia)... tudo porque sem querer pisei a tomada que tem aquela luz para ligar/desligar a corrente... sabes o que fiz (uma vez que não dava para trocar a tomada) colei com fita cola grossa... assim se alguma vez voltar a pisar ela não se desliga!!! =)
    Por outro lado... já pensaste bem... vais estar muito tempo sem precisares cozinhar! Vai ser chegar a casa e comer... =D

    ResponderEliminar
  8. Ainda bem que tinhas pouca coisa na arca, que chatice.
    Este pudim ficou óptimo.
    Bjs e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  9. Olá Marina
    Uma boa maneira de cozinhar o peixe, ficou um pudim muito convidativo.
    Esses acidentes acontecem a todos.
    Comigo também aconteceu, mas mais grave... Fui duas semanas para o Algarve e alguém se enganou a desligar o dijuntor e zás arca a descongelar, resumindo até a arca foi para o lixo, não havia lexivia que retirasse aquele cheiro...
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  10. bem que grande azar mas ainda bem que viste a tempo e qu nada se estragou.
    agora vais ter uns dias mais calminhos na cozniha:-)
    gostei deste pudim e facil e saboroso
    beijinhos

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails